Scratch Desplugado

Escola: EMEB Benedito José de Morais - SP
Número de alunos:180
Contexto:Curricular
Faixa etária:6 a 10 anos
Formato:Com toda a turma
Duração da atividade:1h
Tempo de preparação:3h
Palavras-chave:LateralidadeLinguagem de programaçãoScratch desplugadoSistema Solar
Descrição da atividade

Comece caracterizando um aluno como um Robô e que ele só funcionará a partir de programações previamente desenvolvidas, o Robô obedecerá exatamente o que estiver no seu script de programação.
Apresente para a classe as placas de programação e as várias combinações possíveis, e apresente também o trajeto previamente montado no chão com fita adesiva colorida.
De forma coletiva, eleja um membro para ser o “robô” e explique que este apenas pode seguir os comandos fixos na parede.
Permita que o grupo converse e construa a programação para que o robô caminhe pelo trajeto. Quando a programação estiver concluída é hora de executar. Dialogue sobre as facilidades e dificuldades encontradas na construção da programação e sobre o robô, foi fácil seguir os comandos?
Discussão e reflexão com os alunos:
- Ao término da atividade os alunos relataram a dificuldade de identificar direita e esquerda, e de sequenciar ações que parecem tão comuns e que são realizadas sem perceber, como por exemplo, entrar em um cômodo da casa ou virar em uma rua. Para a pessoa que interpretou o robô ficou muito difícil esperar por um comando para realizar uma ação.
- Os alunos compreenderam que uma máquina só realiza tarefas, sejam elas simples ou complexas a partir de programas que dirão a elas o que fazer.

Pré-requisitos

Conhecimentos de lateralidade e sistema solar

Plano de aula

Objetivos pedagógicos

Apresentar linguagem de programação fora do computador.
Apresentar a linguagem de programação relacionada ao Scracht.
Compreender lógica de programação.

Materiais necessários

Blocos plastificados de comandos Scratch , fita adesiva colorida, impressão de planetas, estrela e obstáculos espaciais.

Preparação

- Criar um circuito temático (Sistema Solar)
- Impressão de fichas de comandos do Scratch
- Plastificar as fichas

Condução

- Comece caracterizando um aluno como um Robô e diga a ele que só funcionará a partir de programações previamente desenvolvidas, o Robô obedecerá exatamente o que estiver no seu script de programação.
- Apresente para a classe as placas de programação e as várias combinações possíveis, e apresente também o trajeto previamente montado no chão com fita adesiva colorida.
- Permita que o grupo converse e construa a programação para que o robô caminhe pelo trajeto. Quando a programação estiver concluída é hora de executar. Se necessário o grupo pode refazer a programação, caso o objetivo não seja alcançado.

Discussão e reflexão com os alunos

Ao término da atividade os alunos relataram as dificuldade de identificar direita e esquerda, e de sequenciar ações que parecem tão comuns e que são realizadas sem perceber.
Os alunos compreenderam que uma máquina só realiza tarefas, sejam elas simples ou complexas a partir de programas que dirão a elas o que fazer.

Relato de prática

O que deu certo

Houve envolvimento dos alunos, a turma toda quis participar da atividade por ser motivadora.

O que pode ser melhorado

Em uma próxima atividade penso em utilizar mais do que uma aula, e vou propor aos alunos trabalharem em pequenos grupos para apresentar a programação para os colegas, oferecer fichas em tamanhos menores para eles programem no grupo e depois possam socializar.

Autores

Nome: Roberta Ribeiro

Email: roberttaribeiro27@gmail.com

Disciplina que leciona: Apoio aos Programas Pedagógicos (Técnica)

Sobre o autor: Professora na Rede Municipal de São Bernardo do Campo desde 2003. Já atuei como professora e coordenadora da Educação Infantil, Ensino Fundamental . Atualmente ministro aulas no laboratório de informática da escola.

Nome: Debora Cavalcante Dos Santos

Email: deboracs1983@gmail.com

Disciplina que leciona: Apoio aos Programas Pedagógicos (Técnica)

Sobre o autor: Professora da Rede Municipal de São Bernardo do Campo desde 2002, atuando no Ensino Fundamental e no Laboratório de Informática desde 2007.