Protótipo de lâmpada com acendimento automático

Escola: EMEF Prof João Carlos da Silva Borges - SP
Número de alunos:16
Contexto:Contra turno
Faixa etária:11 a 14 anos
Formato:Em grupo (de 4 a 5 alunos por grupo)
Duração da atividade:2h30m
Tempo de preparação:0h30m
Palavras-chave:ArduinoArduino IDELEDProgramação físicaSensor LDR
Descrição da atividade

Os alunos fizeram a programação física do protótipo de uma lâmpada com acendimento automático, usando LED, sensor LDR e Arduíno. Utilizamos três kits, dois que já tínhamos na escola e o kit distribuído pela equipe do CODEIOT. Os alunos foram organizados em três grupos cada um com um kit, na primeira parte eles fizeram a programação física, se baseando na imagem do material do CODEIT, a programação digital foi copiada do site Portal Vida de Silício, os alunos copiaram a mão toda a programação para perceber as nuances da sintaxe da linguagem, depois fizeram diversas checagens para encontrar erros na programação, solucionando caso a caso. Depois os alunos foram desafiados a inserir um buzzer na programação que deveria ser acionado enquanto o led estivesse acesso. Nem todos os alunos conseguiram cumprir esta etapa, mas estavam todos muito envolvidos com o desafio, que embora não criasse nada do zero permitia aos alunos exercitarem o uso destes materiais, que eles nunca tinham visto antes. O uso do Arduíno com protoboard foi novidade para os alunos, pois eles estavam acostumados a utilizar kits preparados de robótica (Que já vem com os resistores soldados e preparados para o uso com entrada usb). O objetivo era os alunos perceberem sua programação interagindo com o mundo real, além de experimentarem a programação no IDE, pois eles estavam acostumados a usar o Ardublock. E também perceber as conexões físicas que são necessárias para ligar o LED e o Sensor LDR no Arduíno.

Pré-requisitos

Não era necessário nenhum conhecimento prévio

Plano de aula

Objetivos pedagógicos

-Percepção da programação digital interagindo com o mundo real;
-Experimentação da programação no Arduíno IDE, uma vez que eles estavam acostumados a usar o Ardublock;
-Apresentação das conexões físicas que são necessárias para ligar o LED e o Sensor LDR no Arduíno.

Materiais necessários

-arduino e cabo usb para conexão com o computador;
- led;
- sensor ldr;
- protoboard;
- jumpers (vários)
- Resistor 300Ohm
- Resistor 10kOhm
- computador com arduino ide instalado.

Preparação

Disponibilizar os kits próximos aos computadores para os alunos fazerem as consultas necessárias.

Condução

Apresentar as entradas Digitais e analógicas do Arduíno, e o sensor LED, apresentar aos alunos o positivo e negativo do LED, explicar como funciona uma protoboard, localizar uma tabela de resistores para mostrar como identificar o valor deles. A partir da imagem do material do CODEIOT pedir que os alunos iniciem as conexões físicas, na aula seguinte iniciar a programação digital, copiando do seguinte link https://portal.vidadesilicio.com.br/sensor-de-luz-com-ldr/ Depois fazer diversas checagens para identificar possíveis erros, carregar o programa no Arduíno e apreciar o resultado.

Discussão e reflexão com os alunos

É possível iniciar a reflexão com os alunos perguntando quais estratégias eles utilizaram para localizar os erros durante o trabalho, sejam na programação física ou na programação digital; Também pedir que os alunos apresentem como eles se organizaram para que todos os membros do grupo pudessem por a mão na massa; Apresentem quais foram as maiores dificuldades durante o trabalho O que eles mais gostaram na atividade.

Relato de prática

O que deu certo

Tudo o que planejei funcionou, não aconteceram coisas não previstas

O que pode ser melhorado

Uma turma não conseguiu fazer o sensor funcionar, poderia ter testado o sensor LDR antes para garantir que ele estivesse funcionando, e eliminar a possibilidade de defeito na peça.

Autores

Nome: Carolina Gutierres Ribeiro

Email: ribeiro.carolina@gmail.com

Disciplina que leciona: Informática Educativa

Sobre o autor: Sou formada em Artes com pós-graduação pelo Centro Universitário Maria Antonia, leciono na Prefeitura de São Paulo na disciplina de Informática Educativa, tenho alunos do 1º ao 9º ano. E também conduzo um Clube de Robótica no contra turno dos alunos.