Terrário com dois sensores

Escola: SESI-012 - BRAGANÇA PAULISTA - SP
Número de alunos:65
Contexto:Curricular
Faixa etária:11 a 12 anos
Formato:Em grupo (5 a 6 por grupo)
Duração da atividade:8h00m
Tempo de preparação:2h00m
Palavras-chave:App InventorArduinoSensoresTerrário
Descrição da atividade

Dentro da proposta curricular, os estudantes do 6º ano da escola SESI-UN.012, orientados pela professora Vitória, de ciências, buscaram compreender de maneira prática o funcionamento dos ecossistemas e a interferência dos fatores bióticos e abióticos. Dessa forma eles construíram um terrário fechado, que foi automatizado com o uso de dois sensores (temperatura e luminosidade) ligados a uma placa Arduino. Com o uso do app inventor foi possível desenvolver um aplicativo que se comunicasse com a placa via bluetooth, permitindo visualizar na tela do celular as condições necessárias dos fatores temperatura e luminosidade, que ajudam a garantir a sobrevivência da planta no sistema.

Pré-requisitos

Conhecimento em programação, uso de android ou smartphone.

Plano de aula

Objetivos pedagógicos

Reconhecer o que é um ecossistema;
Relacionar os fatores bióticos e abióticos presentes;
Realizar observações dos fatores ambientais por meio de ferramenta de robótica, a partir do uso de sensores de temperatura e luminosidade.

Materiais necessários

MATERIAIS PARA ROBÓTICA
- 1 Protoboard 400 pontos;
- 1 Arduíno Uno;
- 1 Resistor 10kΩ;
- 1 Resistor 330 Ω;
- 1 Sensor de temperatura NTC 10K;
- 1 Sensor de luminosidade - LDR 5mm;
- 1 Módulo Bluetooth HC-05;
- App inventor
- Celular android ou smartphone.

MATERIAIS PARA O TERRÁRIO
- Areia colorida (para a base)
- Pedriscos de cores variadas (para acabamento)
- Musgo seco (para base ou para acabamento)
- Casca de pinus (para base ou para acabamento)
- Argila expandida (para base ou para acabamento)
- Palitos longos (para ajudar no manuseio dos materiais dentro do vaso)
- Pinça (também para ajudar no manuseio dos materiais dentro do vaso)
- Pincel de cerdas macias (para limpeza das folhas das plantas)
- Conta-gotas, seringa, pote de catchup/mostarda, ou algum outro que tenha bico fino OU borrifador (para regar o terrário)

Preparação

Para a realização da parte de robótica, é necessário ter disponível um laboratório de informática, sobre as bancadas deixar disponível os componentes a serem usados, desenvolvimento de slides que ilustram os recursos a serem usados e explorados e relatório de execução.
Para o terrário, preparar uma área externa da escola ou laboratório de ciências e disponibilizar relatório de procedimentos.

Condução

1º passo: criação de uma conta de e-mail do google para os grupos;
2º passo: apresentação da plataforma app inventor apresentando a linguagem de programação em blocos do scratch;
3º passo: identificação dos materiais do Kit de robótica;
4º passo: montagem das ligações no Arduino;
5º passo: montagem da programação no scratch;
6º passo: montagem do app;
7º passo: testagem no terrário.

Discussão e reflexão com os alunos

- Como os componentes das cadeias e teias alimentares, se interagem na natureza?
- Como os seres vivos obtém seus alimentos e de vem a energia necessária a realização das funções nos organismos?
- O que são os fatores bióticos e abióticos nos diferentes ecossistemas?
- Como a luz e a temperatura podem influenciar no modo dos seres vivos se relacionarem?
- Que alterações a temperatura e a luminosidade podem causar em um ecossistema?

Relato de prática

O que deu certo

Através do projeto, foi possível testar os fatores ambientais pretendidos, no caso temperatura e luminosidade conforme planejado.

O que pode ser melhorado

Podemos aprimorar o projeto futuramente acrescentando eletrodos no solo para testar também umidade do ecossistema.

Autores

Nome: Vitória Bisanção

Email: vitoriasroberto@gmail.com

Disciplina que leciona: Ciências

Sobre o autor: Possui graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais (2016). Atualmente é professora da rede SESI de ensino. Tem experiência na área de Educação, com ênfase no ensino de ciências.