Desafiando o Scratch a sobreviver!

Escola: EMEB Padre Leo Commissari - SP
Número de alunos:10
Contexto:Contra turno
Faixa etária:8 a 10 anos
Formato:Individual
Duração da atividade:5h
Tempo de preparação:1h
Palavras-chave:autobiografiaaventurainformáticalíngua portuguesamatemáticamonitoria
Descrição da atividade

Criação de histórias autobiograficas, conteúdo dos 4º e 5º anos. Trabalho com uma turma de monitoria no contra-turno, iniciamos a exploração do scratch, que foi interrompida com a PANDEMIA. Com personagens livres (fotos pessoais), e as atividades produzidas neste período, criar e dar vida a eles mesmos.

Pré-requisitos

Nenhum conhecimento prévio.

Plano de aula

Objetivos pedagógicos

Apropriação das criações textuais no período da pandemia, apropriação de recursos do scratch.

Materiais necessários

computadores do laboratório de informática, máquina fotográfica ou celular para registro do aluno.

Preparação

Impressão das atividades enviadas para a Unidade Escolar, registros fotográficos para criação de movimentos, alimentação das máquinas com esse material.

Condução

Reunindo os agrupamentos, esse grupo é atendido em dois turnos, manhã e tarde no contra turno escolar:
1º aula - será apresentado o desafio de dar vida as autobiografias escritas e revistas pelos professores. Discussão e organização das ideias principais.
2ª aula - Apresentar o banco de imagens do scratch, testes de uso para troca de imagem durante a criação
3º aula - Orientar que façam registros fotográficos com os movimentos que seus personagens deverão ter.
4ª aula - Instrução para o salvamento das imagens no computador e no banco do scratch, exploração livre para início da criação.
5º aula - Criação da auto biografia

Discussão e reflexão com os alunos

Seu texto está coerente ? Você consegue criar uma animação que tenha sentido as pessoas que assistirem ? Você consegue transformar isso em um jogo ? Quais ideias você pode acrescentar a esse projeto?

Relato de prática

O que deu certo

A criação do texto e o incentivo para uso do scratch, de forma individual, orientado remotamente durante o período de afastamento.

O que pode ser melhorado

Ainda não posso avaliar. Mas tenho certeza e relatos de muita ansiedade para o retorno ao laboratório.

Autores

Nome: Soraya Maria Cerino de Oliveira

Email: sorayacerino@gmail.com

Disciplina que leciona: trabalho com fundamental no laboratório de informática, agregando a todas as disciplinas.

Sobre o autor: Sou Professora a 10 anos, a 5 desenvolvo minhas atividades no laboratório de informática na EMEB Padre Leo Commissari. Quando iniciei sabia o básico de informática, mas me aventurei a projetos e novos conhecimentos. Nessa área o estudo e a inovação são o maior diferencial. Sou extremamente curiosa e sempre ouço das pessoas que ajo como as crianças, aprendo no teste, não tenho paciência para tutoriais.